terça-feira, 28 de agosto de 2012

Capítulo Especial: Minha Sogra.

Como já pode ser percebido, tenho um carinho enorme e uma profunda admiração por minha sogra.
Um pouco pelo fato de logo após conhecê-la ter perdido minha mãe, também por ter sido acolhido na família como a um filho, como relatei anteriormente, mas principalmente por ter sido através dela que aprendi a trilhar o caminho da Salvação.
Mas o principal motivo pelo qual tenho esta admiração, este amor é que através dos conselhos, das lindas mensagens evangélicas transmitidas por ela e sobretudo o seu testemunho de vida.
Foi com ela que comecei a “engatinhar” na Palavra de Deus, não foram poucas às vezes em que a questionei sobre alguma passagem mais complexas da Bíblia, ou sobre algum outro ensinamento.
Aprendi como fazer uma consagração a Deus, sobre o jejum, sobre a fé.
Os primeiros passos que dei para me firmar na fé, foram sem dúvida com o amparo dela.
Também ela me instruiu sobre um assunto que gera uma série de polêmicas, mas que para mim sempre foi muito natural, o dízimo. Como sempre tive sede em conhecer e me aperfeiçoar em tudo na vida, estava claro para mim que principalmente no que se refere às coisas espirituais isto deveria ser levado ainda mais a sério.
Então passei a dizimar mesmo antes de me converter. E foram quatro anos. Sei bem que isto não me torna melhor do que ninguém, mas meu propósito aqui é relatar o que se passou comigo, sem nenhuma adulteração. Meu propósito quando minha sogra me instruiu, sempre foi o de ser o mais fiel possível em todas as áreas.
Durante toda a minha vida nunca assimilei muito bem a ideia de ser citado como exemplo, mas desta vez não pude evitar. Mas tomo isto como uma lição que pode ser aprendida por muitos, não importa se a opinião da maioria é contrária ao dízimo, meu propósito é com Deus e nada tem nos faltado por tomar esta decisão, pelo contrário.
Rio de Águas Vivas!
Rio de Águas Vivas!
Além disto, ela sempre teve uma conduta cristã durante a vida. Não vou citar as situações pelas quais ela teve de passar, mas em tudo ela se manteve firme.
Sempre trabalhando na obra de Deus sendo uma serva fiel e dedicada, zelosa em tudo tendo um profundo, grande e verdadeiro amor pelas almas, ela vem contribuindo para o crescimento do reino de Deus.
Assim como apresentou caminho da Salvação através de Jesus Cristo para mim, e por consequência para minha esposa e filha, minha sogra tem um lugar reservado em meu coração.
Com isto ela pode me dar um grande presente aqui que é viver uma vida plena, em comunhão com Deus, com minha família e, além disto, ainda garantir um adicional que não se pode comprar: uma vida na eternidade onde não haverá mais sofrimento ou lágrimas, onde estaremos ao lado de Jesus.
A minha sogra, que por bondade de Deus, e com todo o respeito chamo de mãe, minha eterna gratidão.

2 comentários:

Cicero Barros disse...

Boa note amigo Mateus!
Que maravilha de lição de vida,geralmente o nosso despertar para uma nova mudança de direção de vida parte dos bons exemplos dos nossos familiares que tem mais experiencias e uma longa caminhada, que vão abrindo trilhas para os seguirem.Portanto, a família é a base de tudo,é o nosso referencial de vida.Abraços e uma boa noite!

Mateus Emilio Mazzochi disse...

Muito obrigado Cícero. É verdade, naturalmente nos espelhamos em outras pessoas, que bom quando conseguimos nos espelhar em pessoas de nossa própria família que tenham muitas lições para nos passar. Um grande abraço.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...