segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Mudança Real.

Desde que passei a conviver com minha esposa nos demos muito bem. Parecia que nos conhecíamos há muitos anos. Eu na verdade não sei como cheguei até o dia que a conheci. Antes eu era vazio e sem nenhuma perspectiva de melhora. A conheci em meio ao maior problema que havia enfrentado até então. Minha amada chegou e minha vida transformou-se por inteiro. Ao começarmos nossa vida juntos, nunca, nem um minuto sequer fiquei só.
Foi a partir das profundas mudanças realizadas em minha vida, a partir dela, que estou aqui escrevendo isto. Minha amada esposa é a forma que Deus utilizou para me resgatar.
E utilizando-se dela, trouxe para mim  a oportunidade da salvação.
Numa das muitas vezes em que fomos visitar minha sogra na chácara onde ela passou a morar depois da perda do marido, a encontramos muito entusiasmada com um evento de missões na igreja.
Minha sogra depois foi consagrada missionária do campo, mas sempre trabalhou incansavelmente como coordenadora do circulo de oração feminino.
Sempre que íamos, perguntávamos antes se ela não estaria ocupada com algum evento durante o final de semana. Não gostávamos de atrapalhá-la e como não a acompanhávamos, ela sentia a obrigação de ficar em casa nos hospedando.
Mas desta vez fomos mesmo sabendo que talvez ficássemos por casa mesmo sem a presença dela. Porém não foi o que ocorreu. Não lembro se sábado fomos ao culto, mas durante a noite começamos a conversar.
Eu sempre tive muita sede por saber, entender as palavras sobre salvação. Não entendia muito bem, pois em minha mente, já havia deixado no passado os vícios e neste contexto, pensava eu, o que poderia ou deveria ser mudado?
À noite depois de horas muito agradáveis na cozinha da chácara, ao redor do fogão à lenha, continuei perguntando. Minha sogra habilmente me explicava sobre Cornélio, como era “bom” e só lhe faltava aceitar a Jesus, e o comparava a mim. Enfim, comecei no inicio a ter mais dúvidas ainda, e a questionar a minha amada.
Após nos deitarmos, questionei sobre o motivo de não tomarmos a decisão de nos entregarmos a Cristo, já que vivíamos a um bom tempo sem vícios ou outras amarras.
Não foi algo muito fácil para nós, mas como conversamos tínhamos saúde, uma filha linda, sempre vivemos muito bem, nunca nos desentendemos, brigamos ou tivemos qualquer problema em nosso relacionamento. Havia um grande receio de minha parte referente a “cobrança” ou alguma prova pela qual passássemos caso ficássemos aguardando mais um pouco, adiando a nossa decisão.
Dormimos aquela noite sem mais tocar no assunto até o momento de irmos ao culto no domingo. Um pastor de São Paulo ministrava a Palavra naquela noite, porém não lembro seu nome.
O que lembro é que no momento em que ele fez o convite, mais do que depressa eu ergui minha mão e a mão de minha esposa, já que estávamos de mãos dadas. Fomos os primeiros. Após a oração demos um longo abraço em minha sogra. Creio que este foi uma bela resposta aos 13 anos de oração que ela fez por minha esposa.
17/09/2006 é a data do meu segundo nascimento.
Céu
A partir deste dia, uma grande mudança ocorreu em minha vida, na vida de minha esposa também, mas vou relatar a minha versão crendo ser muito semelhante à dela.
Antes deste dia, todos os meus finais de semana eram vazios. Não tínhamos aonde ir, mesmo quando saíamos, as alegrias eram passageiras, aqueles momentos alegres voavam. Isso quando tínhamos alguma sobra no orçamento, o que era raro posso afirmar.
Depois tudo mudou. Pode parecer que estou aumentado ou inventado, mas a verdade é uma só: passamos a ter sempre um bom motivo para ficarmos satisfeitos. Começamos a conviver com os irmãos, a cada final de semana os cultos nos renovavam, passamos a ter um bom lugar para estar e procurávamos não faltar, tudo passou a ser melhor.
Minha princesinha amava ir, acompanhar os louvores na época uma garotinha de três anos.
Não há como descrever a maravilhosa sensação de ser perdoado e ter a certeza que Deus não nos vira as costas. Não falo de religião, não estava buscando isto, falo de liberdade, de ter o imenso privilégio de ser um escolhido. Saber que meus passos estão sendo guardados, meu futuro e o da minha família, está nas mãos de Deus.
Andava sempre receoso temendo o futuro ou o que poderia me sobrevir. Minha cabeça estava nos problemas, meus pensamentos tristes, me sentia só mesmo em meio a uma multidão. Um vazio interior que machucava muito minha alma.
Hoje nada disto tem lugar em minha vida. Somos completos, salvos, livres nada mais me prende ou me atormenta. Lutas e provas estas sim, ainda nos ocorrem, mas hoje tenho o amparo de Jesus, que não me deixa só em momento algum.
Este convite, para uma mudança real está sempre a disposição.


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...