quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Será que um dia Vai?

Havia previsto uma explicação sobre o título deste blog, “Será que um dia Vai?”. Pretendendo publicá-la mais a frente. Mas resolvi antecipar um pouco.
Este blog é fruto das minhas reações e vivencias desde meu nascimento até agora.
Minha intenção, neste primeiro momento é o de mostrar o quadro de minha vida, mostrando algumas passagens, posicionando os acontecimentos, destacando as pessoas mais importantes e procurando responder a pergunta que dá título ao blog: Será que um dia Vai?
Para o alto
Pro Alto
Penso ser produtivo relembrar que por um longo período de minha vida, vivi sob o pesado jugo da separação dos meus pais. Quem olha para mim hoje, pode nem perceber que este fato pode ter sido assim tão prejudicial, ou talvez venha a dizer que isto não trouxe nenhum reflexo, nenhuma sequela
Mas posso afirmar, por um longo tempo imaginei ter sido o culpado por tudo o que aconteceu. Vi de um dia para o outro minha família deixar de existir. E eu ali, no meio daquilo tudo tentando entender e assimilando um duro golpe do alto dos meus 09 anos.
Nesse meio tempo passei pela adolescência, enfrentei as barreiras normais da idade, só que em alguns momentos eu sentia sempre um peso a mais sobre as minhas costas: carregava o rótulo de “filho de mãe separada”. Como não poderia deixar de ser, sofri.
Passando o tempo eu amadureci, até de mais, e sempre aparentei ter 10 anos mais do que minha idade cronológica. Errei no zelo com meu irmão, fiz o que na época me parecia certo, mas não era. Erro ainda em relação a minha esposa e filha, mas hoje consigo acertar mais do que errar.
Mas tudo mudou. A guinada em minha vida veio através do plano de Deus para mim.
Depois que minha amada esposa entrou em minha vida, e nós entregamos nossas vidas a Cristo, recebi pela Sua Graça um refrigério para minha alma. A partir de então, os medos, as prisões, as angustias, ansiedade, as preocupações pelo por vir deixaram de existir e de controlar minha vida. Passei a ser verdadeiramente livre e juntamente com isto, Jesus trouxe para nossas vidas algo que somente ELE poderia nos dar, o perdão de nossos pecados e a certeza de uma vida eterna ao Seu lado.
Estou como disse, no primeiro momento e me surpreendo em já ter escrito tanto e ainda estar planejando as próximas postagens deste início.
Depois desta primeira etapa, minha pretensão é mostrar por meio do que Jesus fez em minha vida que ELE e SOMENTE ELE tem a solução para qualquer tipo de problema, sofrimento ou anseio de nossas almas.
A pergunta Será que um dia Vai, ficará sem resposta de imediato, talvez daqui a alguns anos tenha a resposta, mas minha certeza é de que estamos no rumo certo e dando passos no Caminho que nos abriu Jesus Cristo.
Deus abençoe.

2 comentários:

Julia Fernandes Mazzochi disse...

Muito linda e emocionante essa história papai continue escrevendo essas lindas postagens!!!!

Mateus Emilio Mazzochi disse...

Oi minha princesinha, muito obrigado pelo incentivo. Te amo. Continuo se você continuar lendo, ta bom? Beijos...S2.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...