sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Riqueza Verdadeira

          O dinheiro é uma força poderosa. Nós trabalhamos por ele, poupamos, gastamos, usamos para satisfazer os nossos desejos terrenos e, depois, desejamos possuir mais. Consciente desse perigo distrativo, Jesus ensinou mais sobre o dinheiro do que sobre qualquer outro assunto. E, até onde sabemos, Ele nunca recebeu uma oferta para si mesmo. Claramente, Ele não ensinou sobre dar para encher Seus próprios bolsos. Em vez disso, Jesus nos alertou de que confiar na riqueza e usá-la para obter poder obstrui as nossas artérias espirituais mais facilmente do que a maioria dos outros impedimentos ao desenvolvimento espiritual. Ao contar a história sobre o “rico tolo”, Ele envergonhou Seus ouvintes por não serem ricos para Deus (Lucas 12:13-21), indicando que Deus tem uma definição muito diferente de riqueza do que a maioria de nós.

            Então, o que significa ser rico para Deus? Paulo nos diz que os que são ricos não devem ser presunçosos sobre sua riqueza, “… nem depositem a sua esperança na instabilidade da riqueza…” (1 Timóteo 6:17). Antes, devemos “… ser ricos de boas obras, generosos em dar e prontos a repartir” (1 Timóteo 6:18).
            Interessante! Deus mede a riqueza pela qualidade das nossas vidas e pelo nosso generoso desembolso de riquezas para abençoar outros. Não é exatamente uma conversa de especialistas em bolsa de valores, mas um excelente conselho para aqueles dentre nós que pensamos que a nossa segurança e reputação estão interligadas à nossa conta bancária.

Meditação: Exorta aos ricos […] que não sejam orgulhosos, nem depositem a sua esperança na instabilidade da riqueza, mas em Deus… (1 Timóteo 6:17)

Pensamento: As riquezas são uma bênção somente àqueles que a utilizam como bênção aos outros.

Leitura: 1 Timóteo 6:6-19.
FONTE:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...