terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Como podemos ser perfeitos?


Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês 
Mateus 5:48
Em termos de caráter, nesta vida, não podemos atingir a perfeição, mas podemos aspirar ser como Cristo, tanto quanto seja possível.
Perfeição de DeusEm termos de santidade, devemos separar-nos dos valores pecaminosos do mundo, como fizeram os fariseus, mas, diferentemente deles, devemos dedicar-nos a fazer a vontade de Deus, ao invés de estabelecer a nossa, e devemos demonstrar o amor e a misericórdia de Deus ao mundo.

PerfeitoEm termos de maturidade, não podemos alcançar um caráter semelhante ao de Cristo e uma vida santa de uma só vez, mas devemos crescer em direção a maturidade cristã, para sermos completos. Da mesma maneira que um bebê, uma criança, um adolescente e um adulto pensam e agem de maneiras distintas, de acordo com o seu grau de maturidade, Deus espera que tenhamos comportamentos diferenciados, que reflitam nosso desenvolvimento espiritual.
Em termos de amor, podemos procurar amar aos outros tanto quanto Deus nos ama.
Deus é PerfeitoPodemos ser aperfeiçoados se nosso comportamento for apropriado ao nosso nível de maturidade; caminhamos em direção à perfeição, cientes de que ainda temos muito a aprender e a crescer. Assim, nossa propensão a pecar jamais deve deter nosso esforço de parecermo-nos mais com Cristo.
O Senhor conclama todos os seus discípulos a se superarem, elevando-se acima da mediocridade e amadurecendo em todas as áreas, a fim de ser como Ele. Aqueles que se esforçarem para atingir a perfeição, um dia serão semelhantes a Cristo.
Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. 

2 comentários:

Cicero Barros disse...

Boa Noite amigo!
A perfeição somente um é perfeito DEUS, nós apenas caminhamos em busca da mesma.Uma tarefa constante diária e que exige uma disciplina severa consigo mesmo para atingir o minimo para vivermos dignamente como homens pecadores imerecidos absolutamente nada da parte de DEUS.No entanto, em sua infinita misericórdia nos livrou da morte eterna mandando seu filho Unigênito para pagar o preço dos nossos pecados.Não entendo muito deste tema mas tenho esta plena convicção e acredito nela.Abraços e uma boa noite. Parabéns pelo belíssimo artigo.

Mateus Emilio Mazzochi disse...

Boa tarde meu amigo. Diferentemente de nós, que paramos de acreditar, confiar e investir nas pessoas que nos decepcionam, Deus continua acreditando e nos dando mais uma chance. Para mim não representa que você não entenda do tema. Seu entendimento sobre o assunto é perfeito: somos falhos, destituídos estávamos da Graça de Deus, mas ELE não deixou de nos dar a chance de nos aproximarmos Dele novamente, através do sacrifício vicário de Cristo. Em resumo, não merecíamos, mas Cristo nos substituiu, pagou o preço e rasgou nossa dívida ao morrer. E hoje vive. Muito obrigado Cícero, um grande abraço.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...