quarta-feira, 27 de março de 2013

O Perdão Divino

Texto: Romanos 5.6-8: De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios. Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.
Cristo não pensou duas vezes em se entregar pelos nossos pecados. O amor de Jesus é soberano. Ah se pudéssemos entender o tamanho e a profundidade deste amor, que O fez se entregar por nós...

Nós, que antes andávamos em trevas, vimos uma grande luz:
perdao            Jesus brilhou em meio a nossa escuridão espiritual. Ele veio não para fazer com que nossos pecados fossem exibidos e com isso fossemos acusados e culpados por eles.
Pelo contrário, nossas vidas foram inundadas pela maravilhosa luz, para que nela pudéssemos ter a oportunidade de encontrar o caminho pelo qual chegaremos, um dia, a Deus.

O plano de salvação;
            Deus, através de seu filho Jesus quer fazer com que todos nós nos cheguemos a ELE, depois de estarmos por tanto tempo afastados, desde o erro de Adão e Eva, agora temos em Jesus a porta aberta para Deus.
            O que é maravilhoso em tudo isso, é que não éramos e nem somos merecedores de um sacrifício tão grande (uma pessoa morrer por nós), nos concedendo, assim, uma liberdade antes impensada.
   
            Cristo É esta liberdade. Uma libertação real de tudo o que nos prendia ao pecado.

O perdão:
perdaodivino                  Paulo quando escreve sua carta aos Romanos já havia entendido que por um justo talvez alguém se dispusesse a morrer, mas por um ímpio dificilmente se encontraria alguém disposto a tal.
                  A maravilhosa graça de Deus para conosco consiste nisso: Cristo, O justo escolheu morrer por nós enquanto ainda éramos pecadores. Não nos transformamos em santos após Sua morte, mas a partir de agora, somos comprados por ELE para andarmos em santificação para um dia enfim estar ao Seu lado.
         
            Não há como mensurar o amor de Deus por nós nem tão pouco o valor de tão grande sacrifício de Jesus para nos redimir. Principalmente quando olhamos sinceramente para nós e verificando cada um dos motivos pelos quais não encontramos razões para que alguém pagasse nossas dívidas. E ai está à supremacia do ato de Jesus: ELE morreu justamente por nossos erros, faltas e pecados.

Conclusão: 
perdoadoJesus Cristo é a nossa única forma de nos achegarmos a Deus.
Ele foi quem fez um sacrifício vicário, se colocou em nosso lugar, pagou nossa dívida e rasgou o título para que ninguém mais venha a nos cobrar e mesmo que alguma coisa ou alguém nos acuse de alguma falha ou falta ELE está lá, com a apólice nas mãos, e sempre pronto para nos defender e guardar.

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.”. Salmo 37.5.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...