quarta-feira, 9 de julho de 2014

Lições da Copa 2

A já batida fábula da Cigarra e da Formiga.
A equipe das cigarras levava a vida a cantar e receber convidados em sua concentração (?) para um campeonato mundial de um esporte.
Eram entrevistas, gravações de comerciais, entre um jogo e outro, que por sinal eram muito mal jogados e o desempenho das cigarrinhas, com algumas exceções, era horrível. Sempre tinha uma folguinha e outra, treino mesmo era bem pouco.
À medida que iam avançando na competição, chegaram ao ponto de encontrar numa semifinal a equipe das formigas. Até aí tudo bem, afinal, é possível vencê-las sim, pois são “fregueses”, como se diz na gíria do esporte.
As formiguinhas, diferentemente de nossas cigarrinhas, trabalhavam inclusive nos dias posteriores aos jogos, seus treinos eram duros, táticos e com portões fechados. Nada que impedisse que esta equipe fosse aclamada como a mais simpática de toda a competição. Todos os dias, no período mais quente do dia, as formiguinhas eram “expulsas” do hotel, e tinham que obrigatoriamente ficar sob o sol escaldante do Nordeste do país sede de tal campeonato mundial daquele esporte. Tornaram-se quase nativos.
Pois bem, chega o dia do jogo, o Cigarrão-mor escala suas cigarrinhas e vamos pro jogo.
O que aconteceu? Bom, acho que você deve imaginar.
Formigas 7 x 1 Cigarras.
As formigas passearam em campo, sobraram, não fizeram mais, pois o país sede não merecia tamanha vergonha, afinal seu povo recebeu e acolheu tão bem as formigas. Sem suor, sem sufoco, sem comemorar os gols, as formigas receberam o tão almejado prêmio, fruto de seu trabalho incansável.
Resta-nos agradecer o exemplo, e aprender que só DEDICAÇÃO, TRABALHO DURO e fé em Deus, vencem as dificuldades da vida.
Trabalho #issomudaavida!
Deus nos abençoe.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...